Procurador se manifesta pela cassação do prefeito Dr. Girvaldo

O Ministério Público Eleitoral, através do procurador Patrício Noé da Fonseca, se manifestou favorável à cassação do prefeito de Cajueiro da Praia, Girvaldo Albuquerque da Silva (PRB) , o conhecido Dr. Girvaldo, acusado de abuso do poder econômico e captação ilícita de sufrágio nas eleições municipais de 2016.

Prefeito de Cajueiro da Praia

O parecer foi juntado ao recurso que tramita no TRE-PI, interposto pela segunda colocada Vania Regina de Carvalho Ribeiro, contra a sentença que julgou improcedente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral na 91ª Zona Eleitoral.

Duas situações foram apontadas no decorrer da investigação. A primeira refere-se à compra dos votos nos dias anteriores à eleição e no dia desta, coordenada por Gilson CarlosSouza Damasceno, filho do candidato José Maria Damasceno para a campanha deste e do candidato Girvaldo Albuquerque da Silva.

Os fatos foram confirmados mediante o depoimento das testemunhas arroladas, José Antônio Silva dos Santos e Celiane Gomes Nascimento Pereira. Na sentença que julgou improcedente o pedido, o juízo alegou que não há “prova robusta que demonstre a participação direta do candidato na entrega de bem em troca de votos ou, de forma indireta sua anuência ou contribuição na referida conduta”.

O procurador se manifestou pela aceitabilidade das provas para comprovação do abuso de poder econômico e captação ilícita de sufrágio. Segundo ele, “as provas testemunhais presentes nos autos são coesas, coerentes e robustas”.

O parecer foi juntado no dia 05 de setembro deste ano.

*Com informações GP1

Curta a página do Portal Diário do Norte no Facebook: Portal Diário do Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *