Operação resulta em prisão e apreensão de drogas e armas em Cocal

Uma ação integrada entre Polícia Civil, Polícia Militar e Guarda Municipal resultou na prisão do reeducando do sistema prisional, Lindomar da Silva Gomes, o “Mar”, de 36 anos, que encontrava-se em liberdade condicional, e na apreensão de entorpecentes, dinheiro trocado, armas e celulares de origem duvidosa. O fato aconteceu no final da manhã desta quarta-feira (24), no Bairro Ulisses, na cidade de Cocal.

Após meses de investigações conduzidas pela polícia civil, sob a coordenação da Delegada Daniella Dinali, acerca do tráfico de drogas na cidade, os investigadores montaram campana em local estratégico nas imediações da casa alvo e com o apoio dos militares e GMs conseguiram prender o suspeito em flagrante delito. O investigado ainda tentou dispersar parte do ilícito o jogando na propriedade vizinha, mas sem sucesso.

Os agentes apreenderam uma quantidade considerável de substâncias análogas a maconha e crack; sendo uma porção de maconha prensada, oito pedras de crack já embaladas e prontas para a comercialização e outras três pedras do mesmo entorpecente só que de tamanho maior [pesando em torno de 70 a 80 gramas], pouco mais de R$200,00 em dinheiro trocado, um revólver calibre 38 municiado com quatro projéteis intactos, duas espingardas artesanais do tipo “bate-bucha” e dez aparelhos celulares.

O flagranteado e o material apreendido foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Cocal, onde foi lavrado o flagrante. O acusado será transferido para a Penitenciária Mista de Parnaíba.
FICHA CRIMINAL
Os policiais informaram que antes da operação foi realizado um levantamento sobre a vida pregressa de “Mar”, na qual constataram que ele é um individuo de alta periculosidade e detentor de maus antecedentes pelos crimes de tentativa de latrocínio, assalto a mão armada, corrupção de menores, porte ilegal de arma de fogo e agora tráfico de drogas. Verificaram também que dos seus 36 anos de idade, quase 11 deles foram vividos no sistema prisional do Piauí.
Um dos crimes cometidos por ‘Mar’, a tentativa de latrocínio, chocou a população cocalense em outubro de 2006. O acusado e um comparsa ao roubarem a moto do senhor conhecido popularmente como “Chico Peteca”, o atacaram com dezenas de golpes de facão. A vitima sobreviveu a investida criminosa que resultou em mutilação (perdeu uma mão).
*Com informações Blog do Coveiro

Curta a página do Portal Diário do Norte no Facebook: Portal Diário do Norte

Deixe uma resposta