Trabalhadores quebram praça durante protesto em Parnaíba

Uma obra em construção na cidade de Parnaíba, litoral do Piauí, foi depredada por manifestantes durante um protesto nesta terça-feira (13). O grupo também teria bloqueado vias próximas à praça durante parte da manhã.

De acordo com populares, os trabalhadores jogaram materiais de construção em veículos que trafegavam pela área. As informações são de que os trabalhadores foram contratados para revitalizarem o local e ficaram revoltados, após seis meses de salários atrasados.

O comandante da Polícia Militar, Antônio Pacífico, confirmou ao OitoMeia que a manifestação dos servidores aconteceu. No entanto, se limitou a dizer que quando a PM chegou ao local a situação já estava “tranquila”. Imagens que circularam nas redes sociais mostram que os envolvidos, supostamente, deixaram rastros de destruição na praça da Lagoa do Bebedouro, no bairro São Vicente de Paulo. O local havia sido recentemente revitalizado.

Uma fonte, que não quis ser identificada, explicou ao OitoMeia, que o grupo de manifestantes era formado por trabalhadores contratados de maneira avulsa pela Prefeitura. Eles estariam há seis meses sem pagamentos. Nas imagens, é possível ver tijolos arremessados no chão e uma concentração de homens.

PROTESTOS DEVEM CONTINUAR

As especulações são de que os manifestante continuem os protestos até serem pagos. Na quarta-feira (14/08), o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) chega ao Piauí. Ele desembarca às 9h50 no Aeroporto Internacional de Parnaíba João Silva Filho, acompanhado dos ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil),  Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional) e Tereza Cristina (Agricultura). Bolsonaro será recepcionado pelo prefeito Mão Santa (sem partido) e toda uma comitiva, incluindo lideranças do seu partido, o PSL, no Piauí.

Com informações OitoMeia

Curta a página do Portal Diário do Norte no Facebook: Portal Diário do Norte

Deixe uma resposta