Juiz recebe denúncia contra homem que se passava por PRF

O juiz federal Leonardo Tavares Saraiva, substituto da 1ª Vara Federal, recebeu denúncia contra Marcos Vinicius Santos da Conceição pelo crime de falsificação do selo ou sinal público e falsa identidade. A decisão é do último dia 5 de dezembro.

Marcos foi preso, em março deste ano, dentro de um ônibus da Guanabara ao se passar por um policial rodoviário federal.

Ao passar pela cidade de Buriti dos Lopes, um policial observou uma atitude suspeita do mesmo e ligou para a PRF. Após uma busca de dados, foi constatado que se tratava de uma pessoa disfarçada de policial. “Ele estava usando uma farda falsa da PRF que tinha símbolos características da nossa farda e o nome Marcos Schettini. Ele ainda pagou a passagem e andava no ônibus fardado e por onde passava se apresentava como PRF”, afirmou a polícia.

Segundo denúncia do Ministério Público Federal, Marcos, confirmou durante interrogatório, que havia se identificado como PRF para o motorista do ônibus em Buriti dos Lopes, tendo, no entanto, negado haver apresentado porte de arma ou carteira funcional.

Marcos em uma tatuagem em seu corpo fazendo referência a PRF. “Nunca foi sorte, sempre foi Deus PRF”, diz o texto gravado nas costelas do acusado.

Fonte: GP1

Curta a página do Portal Diário do Norte no Facebook: Portal Diário do Norte

Deixe uma resposta