Juiz decreta prisão preventiva de acusado de matar PM no Piauí

Na manhã deste sábado (2), o juiz Washington Luiz Gonçalves Correa fez a homologação do flagrante e converteu em preventiva a prisão do policial militar de Timon , Francisco Ribeiro dos Santos Filho, acusado de matar o cabo da Polícia Militar do Piauí, Samuel de Sousa Borges a tiros em Teresina.

Durante audiência de custódia o juiz considerou o clamor público e a gravidade do delito e determinou a prisão. No interrogatório o acusado Francisco Ribeiro permaneceu calado e apenas realizava movimentos com a cabeça de “não” ou “sim”.

Sobre o caso

O militar foi assassinado com três tiros nesta sexta-feira (01), durante uma suposta discussão com o Soldado Francisco Ribeiro dos Santos Filho da Polícia Militar do Maranhão o qual foi preso em flagrante. O crime aconteceu no cruzamento das ruas Cândido Ferraz com Verbenas, no bairro São Cristóvão.

Sepultamento

Na manhã deste sábado (2), o corpo do policial militar Samuel de Sousa Borges foi enterrado às 10 horas no Cemitério São Judas Tadeu, em Teresina.

O policial era Ingresso na Corporação em 2008 (CFSD) e serviu vários anos no Batalhão Rone, onde prestou relevantes serviços à sociedade piauiense, e atualmente trabalhava na 4ª companhia do Batalhão de Guardas.

Com informações Via Agora

Palavras-Chaves: , ,

Curta a página do Portal Diário do Norte no Facebook: Portal Diário do Norte

Deixe uma resposta