Ex-prefeito de Santa Quitéria Manin Leal é preso pelo Gaeco

A população de Santa Quitéria, no Maranhão comemorou a ação do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor) cumprindo mandados de busca e apreensão e de prisão temporária, na manhã desta quinta-feira (19) naquela cidade e simultaneamente em São Luís. Um dos presos foi o ex-prefeito Osmar de Jesus Leal, mais conhecido como Manim Leal.

Ele e mais outras pessoas, incluindo o também ex-prefeito Sebastião de Araújo Moreira são apontados como integrantes de uma organização criminosa relacionada a fraudes em processos licitatórios, desvio e apropriação de verbas públicas na gestão anterior com a participação de agentes públicos e particulares do município.

Hoje, foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados Sebastião de Araújo Moreira (ex-prefeito), Dalila Pereira Gomes (ex-primeira-dama), Keller Bernardo Aquino da Silva (ex- secretário municipal de Educação e Administração), Eliza dos Santos Araújo Lima (ex-pregoeira), Osmar de Jesus Costa Leal, mais conhecido como Manim Leal (ex-prefeito e liderança política na região) e Luís Henrique Almeida Lopes (sócio da empresa TRANSLUMAR – Limpeza Urbana e Transporte Maranhense).

Durante a operação foram presos Dalila Pereira Gomes, Keller Bernardo Aquino da Silva, Eliza dos Santos Araujo Lima, João Francisco Amorim Moreira, o vereador Francisco das Chagas Silva, conhecido como “Chico Motorista”, por posse de arma de fogo e o ex-prefeito Manim Leal por posse de arma de fogo e usurpação de documentos públicos (processos licitatórios completos). Luís Henrique Almeida Lopes está sendo procurado.

Todos os presos foram conduzidos para a Delegacia de Policia Civil de Santa Quitéria e depois encaminhados para a sede da Seccor em São Luís, onde devem depoimentos.

Fonte: Blog do Minard

Curta a página do Portal Diário do Norte no Facebook: Portal Diário do Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *