Criminosos derrubam torre de transmissão de energia no Ceará

Criminosos derrubaram uma torre de transmissão de energia e explodiram uma bomba em uma concessionária de veículos no 11º dia seguido da onda de violência no Ceará. A ação contra a torre ocorreu na madrugada deste sábado (12), em Maracanaú, na Grande Fortaleza. Já o ataque à concessionária foi registrado nesta manhã, na capital.

A onda de violência no estado chegou ao 11º dia seguido com 194 ataques confirmados em 43 municípios. O Ministério da Justiça confirmou que, desde o início da sequência de crimes, 35 membros de facções criminosas foram transferidos para presídios federais.

De acordo com a Polícia Militar, nesta madrugada, parte da base de uma torre de transmissão no município de Maracanaú foi explodida e o equipamento caiu. Fios de energia ficaram espalhados na via próxima ao local, que está isolado por equipes policiais. Policiais contam com apoio de um helicóptero na busca dos suspeitos e para prevenir novos ataques.

Em nota, o Ministério de Minas e Energia informou que foi feito o desligamento automático da linha de transmissão que liga Fortaleza ao Porto de Pecém devido à queda torre. Ainda segundo o ministério, foi acionado o despacho momentâneo de geração térmica adicional, o que impediu a falta de energia para os consumidores.

“O MME informa ainda que, em conjunto com o ONS e em contato com a distribuidora de energia local e órgãos de segurança pública federal, estadual e municipal, permanecerá monitorando e adotará todas as medidas para o restabelecimento da normalidade do sistema elétrico”, afirma a pasta.

Em Fortaleza, criminosos provocaram uma explosão em uma concessionária na manhã deste sábado. Segundo informações da polícia, o ataque aconteceu por volta das 5h e atingiu parte da estrutura do estabelecimento, além de veículos que estavam no local. Não há registro de feridos. Os suspeitos fugiram e estão sendo procurados.

A população de Fortaleza e da Região Metropolitana sofre com interrupções frequentes no transporte público, com a falta de coleta de lixo e com o fechamento do comércio.

Onda de violência afastou turistas e fez a ocupação hoteleira no estado cair de 85% para 65%.

Com informações G1-CE

Palavras-Chaves: ,

Curta a página do Portal Diário do Norte no Facebook: Portal Diário do Norte

Deixe uma resposta