Com 2 meses de atrasos salariais professores de Parnaíba suspendem aulas

Estudantes da rede pública municipal de Parnaíba, estão sem aula. Professores contratados alegam que estão sem receber e por isso estão deixando as salas.Familiares dos alunos reclamam da falta de aulas. A Prefeitura Municipal alega que problemas burocráticos impediram a realização dos pagamentos.

Escola São Francisco dos Capuchinhos

Na escola São Francisco dos Capuchinhos desde segunda-feira (14) algumas salas de aula estão fechadas por causa do atraso de dois meses nos salários de 80 professores contratados. “Como gestora eu dei apoio porque não é justo aceitar professor estar trabalhando sem ganhar o pão de cada dia. Tem seus compromissos a serem cumpridos”, disse a diretora da escola, Maria Uchôa A unidade tem 760 alunos, dos quais 114 estão sem aulas.

Os professores são prestadores de serviço e preferiram não se identificar. Uma das profissionais lamentou a situação. “A gente foi trabalhando e aí como nós sabemos que coisa de prefeitura é demorada, nós “relaxamos”. Porque a gente acreditou que eles estavam resolvendo. Só que aí quando a situação se tornou muito demorada, aí nós procuramos saber de alguma coisa”, disse a professora acrescentando que os profissionais apenas são orientados para aguardar o pagamento.

Pais e responsáveis por estudantes da escola lamentaram a falta de aulas. “Só quem se prejudica são as crianças. As nossas crianças que sentem prejudicadas e aí os professores que trabalham precisam receber”, disse a dona de casa Raimunda dos Santos, avó de estudante na escola São Francisco dos Capuchinhos.

A prefeitura de Parnaíba confirmou o problema. O secretário municipal de educação culpou a burocracia pelos atrasos. “Ontem os professores começaram a ser pagos. Todos ainda não foram porque existem divergências conta salário ou falta documento. Quem teve problema está procurando a secretaria de educação para que se faça alguma coisa”, disse Carlos Eduardo Araripe, secretário municipal de educação de Parnaíba.

Fonte: G1

Curta a página do Portal Diário do Norte no Facebook: Portal Diário do Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *