Após estupros, garotas engravidam e cinco são presos pela polícia

Cinco dos sete mandados de prisão expedidos para a operação ‘Proteção Integral’ foram cumpridos pela Polícia Civil do Piauí, nesta sexta-feira (30). Segundo o delegado regional de Esperantina, Leonardo Alexandre, as vítimas têm idades entre 9 e 13 anos de idade, sendo que uma delas está grávida de quatro meses e outra teve bebê recentemente. Os casos não estão relacionados.

“As prisões foram realizadas no mesmo dia, por questões de logística, mas os inquéritos são diferentes. Todas as vítimas são menores de 14 anos e tinham algum tipo de vínculo com elas. Todas as denúncias tiveram a presença do Conselho Tutelar das cidades de Esperantina e Morro do Chapéu que tiveram conhecimento da situação de vulnerabilidade das crianças e adolescentes e acionaram a polícia”, disse o delegado.

Entre os investigados está um tio suspeito de violentar sexualmente a sobrinha de nove anos de idade. Em outro caso, era o padastro que violentava constantemente a enteada, de acordo com a Polícia Civil.

“O padrastro, inclusive, fazia ameaças se a enteada contasse para alguém. A irmã dela que desconfiou da aproximação dos dois e a vítima contou o que estava acontecendo e se calou por medo”, explica o delegado.

Sobre a adolescente grávida, Leonardo Alexandre explica que ela havia fugido de casa para morar com o agressor, bem como as outras duas vítimas. “Das cinco vítimas, três haviam saído de casa para morar com os suspeitos”, esclarece

Os presos não tiveram a identidade revelada, mas a maioria nega participação no crime. Contudo, o delegado regional de Esperantina ressalta que os inquéritos estão sendo feitos com vasto material probatório. “As vítimas relataram os abusos, temos provas testemunhais e exames de corpo de delito que atestam a conjunção”, declarou o delegado.

Todos os presos devem responder por estupro de vulnerável e um deles também por lesão corporal grave. Imagens dos suspeitos não foram divulgadas para preservar a identidade das vítimas. A Polícia Civil tem 10 dias para a conclusão dos inquéritos.

Fonte: Cidade Verde

Curta a página do Portal Diário do Norte no Facebook: Portal Diário do Norte

Deixe uma resposta